sábado, 12 de maio de 2012

Guaratuba, Paraná. (fotos antigas)

Vamos seguir  o mapa na contra mão, começando por Guaratuba.

Livro História de Guaratuba de Joaquim da Silva Mafra.
Guaratuba originou-se à partir da ordenação da coroa portuguesa de criar um povoado na enseada de Guaratuba, selecionando 200 casais para povoarem o local. Isso aconteceu em 1765. Cinco anos depois foi fundada a Vila de São Luiz da Marinha de Guaratuba.
O Rei de Portugal, D. José I, assessorado pelo Marquês de Pombal, através de recomendação datada de 26 de Janeiro de 1765, ordenou ao Capitão Geral da Capitania de São Paulo, D. Luiz Antônio de Souza Botelho Mourão que fundasse vilas e povoados em pontos mais convenientes aos sítios volantes ou dispersos para morarem em povoações civis. Através de Portaria de 05 de Dezembro de 1765, D. Luiz Antônio de Souza Botelho Mourão, incumbiu seu primo Afonso Botelho de Sam Payo e Souza, Tenente Coronel das Tropas Auxiliares de formar uma povoação na enseada de Guaratuba.
Para dar início a tarefa necessitava-se de duzentos casais para cultivarem as terras descobertas, determinando a essas pessoas que fossem demarcadas as terras de que necessitavam, de acordo com as possibilidades de cada um.
Em 13 de Maio de 1768, D. Luiz concedeu os favores pedidos pelo fundador da nova povoação os quais consistiam na criação e manutenção de uma igreja que lhes servisse de pasto espiritual.
Necessidades de ordem militar, principalmente a tentativa de ocupação da Ilha de Santa Catarina em 1768 por forças espanholas, levaram o Governo da Capitania à execução de medidas preventivas no setor meridional da Capitania de São Paulo, surgindo então a necessidade da elevação de Guaratuba a categoria de Vila.
Assim, dando cumprimento à Portaria de 20 de Janeiro de 1770, do Governador Geral de São Paulo, Tenente Coronel Afonso Botelho de Sampaio e Souza, depois de haver fixado os editais na Vila de Paranaguá e na Península de Guaratuba, dirigia-se a esta em companhia do Ouvidor Geral da comarca, Lourenço Maciel Azamor, Capitão Francisco Aranha Barreto, Tenente Joaquim Coelho da Luz e mais oficiais e soldados, juntamente com os esmaritas, Francisco e mais Bento Gonçalves Cordeiro e a população.
Em 29 de Abril de 1771, deu-se a solenidade de fundação da vila e como primeiro ato a celebração da Santa Missa pelo pároco Bento Gonçalves Cordeiro, auxiliado pêlos padres Frei João de Santana Flores e Francisco Borges.
Dia 30 de Abril de 1771, foi eleita a primeira Câmara Municipal com aprovação do fundador da Vila e do Ouvidor Geral.
A Câmara prestou juramento na forma de estilo, tendo sido empossada pela Câmara de São Francisco.
A Vila de Guaratuba permaneceu dirigida pelos vereadores e assistida pelo Presidente da Província até a Proclamação da República, quando passou a eleger seu primeiro Prefeito que assumiu o cargo em 1792, prosseguindo assim até 20 de Outubro de 1938, quando por força do Decreto Lei Estadual n º 7573, foi extinto o Município, passando a constituir um Distrito Municipal de Paranaguá.
Pela Lei n º 2 de 10 de Outubro de 1947, foi restaurado o Município de Guaratuba, sendo instalado oficialmente no dia 25 de outubro de 1947









O nome Guaratuba significa "muitos guarás". Esse nome foi concebido pelos nativos que habitavam essa região de mangues na época do descobrimento do Brasil pelos portugueses. Guará é o nome de uma ave de plumagem vermelha que existia em abundância nesta área e que mesmo protegidos pelas autoridades, as aves desapareceram do litoral paranaense e quase foram extintas. Tuba significa quantidade excessiva na linguagem indígena






Moinho de farinha de mandioca


                               


Um comentário:

  1. Parabens pela grande contribuição histórica cultural do blog. Não conheço o litoral paranaense, sou do RGS, tenho 47 anos, mas admiro e compartilho de história e passado fotográfico de qualquer lugar, assim me faz estar in loco, em qualquer época. Curto muito esse exercicio, assim tambem consigo planejar o futuro. Felicitações e agradecimentos para todos aqueles fotógrafos antigos que se preocuparam em deixar uma imagem gravada para que nós hoje tivéssemos uma noção do quê , e como era a vida naqueles idos tempos.
    Valeu e muito obrigado pela iniciativa.
    deJuarez-MT

    ResponderExcluir